Por que as cidades antigas ainda podem nos ensinar sobre planejamento urbano

Por que as cidades antigas ainda podem nos ensinar sobre planejamento urbano

17/05/2017

Damasco, na Síria, é frequentemente citada como uma das mais antigas cidades habitadas continuamente do mundo. Imagem © Usuário Flickr CC Sean Long

No século 20, o planejamento urbano passou por algumas grandes mudanças, criando grande parte de nosso ambiente urbano atual em um molde que agora é amplamente visto como anti-humano. Felizmente, nas últimas décadas o planejamento urbano mudou novamente - em parte revisando e em parte revertendo teorias adotadas durante o século XX.

Fonte: Archdaily - por James A. Moore - Traduzido por Eduardo Souza
Veja na íntegra

Mais notícias:
25/07/2017
No dia 9 de agosto, das 09h30 às 11h30, a arquiteta urbanista vice-presidente São Paulo da AsBEA e sócia titular do escritório Levisky Arquitetos | Estratégia Urbana, Adriana Levisky, irá ministrar palestra na Greenbuilding Brasil 2017, durante a sessão educacional Quota Ambiental e o desafio da presença do verde na cidade, da qual participa com a arquiteta urbanista Myriam Tschiptschin, do CTE - Centro de Tecnologia de Edificações.
25/07/2017
Sexta oficina acontece no Rio de Janeiro dia 10 de agosto. Dia 11 acontece a sétima, em São Paulo. Fonte: CAU/BR